MOMENTO DE REFLEXÃO

Boa Tarde Estimado Rabino Avraham e Colegas,

lendo as palavras escritas no site recentemente gostaria de humildemente compartilhar com todos alguns pensamentos e sentimentos.

Ao entrar neste site pela própria intenção e estrutura elaborada do Rabino Avraham,( falando apenas por mim ) me sinto convidada gentilmente a fazer uma pausa, um momento reflexão e quietude para ouvir os colegas e a mim mesma.

Também ao escrever estamos utilizando uma vestimenta de nossas almas ( colegas se estou equivocada por favor me auxiliem )
Pode – se reconhecer a obra de um autor ao ler a estrutura por ele utilizada, de que forma as palavras foram empregadas, revelando o que o autor está sentindo.
Neste processo ( árduo ) de auto reconhecimento e ouvindo ontem uma aula muito especial Rabino Avraham o ” DNA do caos ”
Senti a necessidade de compartilhar com os colegas o que estou sentindo.
Existe uma responsabilidade muito grande quando aqui escrevemos.
Ao pensar ( e saber, obrigada Rabino ) que a minha alma animal encontra-se no meu sangue e que meu coração, enquanto Hashem permitir que funcione, está em cada batimento levando este sangue para todo o meu corpo físico, existe uma preocupação real quando escrevo e leio algo. ( não apenas isto obviamente )
Qual parte de mim esta sendo tocada ou se manifestando.
Já que existe o tempo todo a presença deste elemento espiritual criado por Hashem para um fim especifico.
Quando aqui escrevemos estaremos transmitindo ao leitor estes reflexos.
Vejam, os colegas buscam aqui um ” porto seguro ” , um local para se recompor, receber ” alimento ” e alento.
Exatamente como era fisicamente a tenda do Patriarca Avraham!!!
Então o cuidado, atenção a cordialidade necessitam estar presentes o tempo todo.
Quando um colega entra no site para ler o que foi escrito este ” sentirá ” as forças que estão sendo utilizadas. ( assim penso )
Falando apenas por mim, desencadeia varias emoções e estas serão refletidas no domínio que encontro.
E pelos ensinamentos que o Rabino Avraham nos revela, alem o auto conhecimento ser vital, temos também a missão de revelar luz aonde nos encontramos.
Sendo assim acredito que exista uma grande responsabilidade quando estamos tentando transmitir alguma ideia.
Será que estou empregando as palavras corretas ?
Será que estou sendo claro ao expor algo ?
Como mencionei a pouco, temos chances muito grande de sofrer a influencia de nossa alma animal e afins.
Aproveitando a própria energia do mês de Elul que é um momento de reflexão, de introspecção, de revermos como foi o ano que Hashem bondosamente nos concedeu e de como estamos aplicando o nosso aprendizado de forma pratica.

Agradeço a todos a participação e atenção em ler estas palavras.

Que todos recebam bênçãos doces e reveladas.

Muito obrigada Rabino Avraham por este espaço que permite o aprendizado constante!
Que o Sr. sua família sejam ricamente abençoados com saúde, sustento, força e sucesso neste trabalho único e digno.

Tudo de Bom e Doce
Eternamente grata
Regina

4 opiniões sobre “MOMENTO DE REFLEXÃO

  1. Boa tarde sr. Rabino Avraham.

    Amiga Regina, caros colegas, neste período em que a reflexão dos nossos atos nos é profundamente solicitada, sim, temos que ter o cuidado extremo com o semear do ambiente que vivemos.

    As sementes de nossas palavras, escritas ou faladas, promovem frutos bons ou não bons. Somos responsáveis por isso. Somos responsáveis pelas consequências que causamos em nosso meio ambiente, seja ele real ou virtual.

    As palavras ditas com amor, tocam o coração e levam a ação transformadora.

    Que Hashém nos permita o refinamento diário desta vestimenta de nossa alma, a fala, por meio da qual bênçãos e curas podem ser realizadas.

    Sou eternamente grata pela generosidade do sr. Rabino Avraham em permitir este local de troca de conhecimento e sentimentos e pela oportunidade de participar deste grupo. Bendito seja Hashém.

    Sueli

  2. B”H.

    Cara sra Regina, demais amigos, boa noite.

    “…revermos como foi o ano que Hashem bondosamente nos concedeu e de como estamos aplicando o nosso aprendizado de forma pratica”. Faço minhas as palavras da Sra, temos esse espaço santo e o site Beit Arizal para darmos continuidade “naquilo” que tão sabia e generosamente foi iniciado pelo rabino Avraham.
    A Sra colocou um ponto chave, pois penso ser essa a finalidade, isto é, que o nosso processo de retificação mostre os frutos da mesma, e sabemos que esses frutos não devem ser percebidos por nós mesmos, mas por todos, e por que não no nosso meio, ainda que virtual. Sabemos também devemos adoçar os juízos do ETERNO com nossos atos retificados, com nosso agir com humildade, dentre outros.
    Particularmente toda vez que reflito sobre a minha própria vida, vejo o quanto eu ainda estou “engatinhando” na vida noética, mas graças A HaShem por ter, no meio de tão grande escuridão, encontrado o rabino Avraham, assim tive a oportunidade de rever todos os meus conceitos e já começo ver alguns frutos nesse “engatinhar”. Tendo em vista o meio do qual eu vim, grosseiro, desestruturado, sem amor e sem doçura alguma. É essa uma das minhas lutas, retificar as características do meu caráter, moldados negativamente pelo meio durante anos.
    Por essa razão me identifico tanto, e busco, a um meio onde haja respeito, amor, doçura e cordialidade. Coisas tais que no mundo divorciado de HaShem não existe.
    Agradeço pelo post da Sra Regina, que disse muito para mim, e aos demais amigos também, pelo carinho com qual sou tratado aqui.
    Att,
    Joao Luiz

      • Boa Tarde Sr. João,

        o seu comentário me tocou muito.
        É tão gratificante quando podemos ler palavras sensíveis e sinceras onde num voto de confiança são conosco compartilhados detalhes tão importantes.
        Isto só acontece quando nos sentimos seguros e acolhidos. Não é mesmo ?
        Saber que nossas palavras não irão ficar perdidas no espaço virtual e com certeza haverá, se D’us quiser, uma resposta por afinidade, de incentivo, de força é realmente uma benção muito grande.
        Como Sr. falou num mundo divorciado de D’us e sem Torá este se torna frio, cruel e impessoal.
        O outro é ignorado, ou quando é percebido é tratado como um potencial concorrente ou inimigo, que D’us não permita.
        Mas Graças a D’us e a bondade do Rabino Avraham temos muito próximo nos, na nossa língua aulas preciosíssimas que procuram com grande zelo e cuidado explicar, esclarecer mostrar de forma didática como podemos ver este mundo e a nós mesmos sobre uma outra perspetiva.
        É o mais importante, tentado ( bravamente ) reavivar, despertar dentro de cada um o seu potencial máximo para cumprir a missão que nos foi destinada. Retificando nossos traços negativos e ajudado trazer luz para este mundo.

        Sr. João muito obrigada pela participação ativa e interesse isto é animador e muito importante, para que esta comunidade cresça, floresça e se D’us quiser dê frutos doces!

        Muito Obrigado Rabino Avraham pelo carinho dedicado na criação deste espaço santo.
        Muito Obrigada por todo o material generosamente disponível, Kosher no Beit Arizal!!!

        Muito obrigada aos colegas que tanto me ajudam.

        Tudo de Bom
        Muito Grata
        Regina

Nenhum comentário será respondido

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s