PARASHÁ BESHALACH (LIVRO “A BONDADE PARA AVRAHAM”)

Shalom Rabino Avraham, boa noite amigos,

Com a permissão do Mestre, tentarei desenvolver em alguns parágrafos o entendimento que Graças a D-us ocorreu ao estudar a Parasha Beshalach na Obra Bondade para Avraham, paginas: 195 à 206.

“O faraó tinha conhecimento de todas as origens superiores adversas para os Yehudim, mas ele não conhecia que existia ainda sim um outro elo, ou seja, o elo da Fé, o qual domina tudo; portanto ele endureceu seu coração”

Tentarei trazer os ensinamentos do mestre disposto neste estudo para os dias atuais, busco entender que quando vivemos uma vida superficial e desta forma vimos somente o material e acadêmicos, como o faraó, muitas vezes não permitimos o desenvolver de percepções intuitivas para assim atentar ao lado Santo e oculto que está em tudo Graças a D-us. Entendo que é como alguém que utiliza somente a força para mover um objeto pesado, onde neste mesmo local existe a gravidade que poderia diminuir o atrito e desta forma facilitar, melhorar o desempenho do deslocamento.

Ao vivenciar situações que se denominavam como impossíveis mas que aconteceram de forma rápida e perfeita, somente agora e em reflexão entendo que o poder oculto do Criador (Bendito Seja) que esta sempre presente “pois a Sua Gloria preenche a terra inteira”, foi possível de acontecer, entendo que o ato de acreditar que algo é possível, por si só desperta forças Santas que promovem ações neste plano e que são ‘acionadas/reveladas’ quando pedimos ao Mestre do Universo que nos mostre o caminho de Verdades, ao mentalizar pensamentos positivos e retos temos o desenvolver da FÉ, que surpreende e torna real o antes considerado impossível.

Assim como o faraó não conhecia este ato Santo intrínseco na alma dos Yehudim, muitos neste mundo vivem vidas “dura e seca” onde tudo é motivo de incertezas e confusões, sem estabilidade vivem seus dias longe da Verdade, desconhecendo o internalizar dos ensinamento contidos na Torá de Hashem,e a grandiosa oportunidade de transformação possível que o Criador arquitetou para cada ser neste plano Divino, que D-us permita.

Conheci pessoas que transformaram suas vidas profissionais por serem disciplinadas e prudentes ao desenvolverem uma tecnologia ou mesmo produtos de consumo, mas no entanto não se permitiram desenvolver o lado espiritual algo que somente é possível com o andar em retidão no caminho da Torá, que permite o existir no corpo humano duas entidades distintas material e espiritual “De fato é este encontro e parceria que permite a realização do desejo Divino de se criar (uma moradia santificada nos mundos inferiores)” rodapé 735 nesta obra.

“Assim aprendemos que através do retorno ao Criador, o homem transforma seus pecados em méritos”.
Esta frase desperta sensos emotivos em mim e por alguns segundos o fascínio toma conta ao entender que é possível “retornar ao Criador”, mesmo que em algum grau mínimo para as nações, quando reflito e traço paralelos sobre minha vida percebo que ouve uma pequena evolução sobre as Verdades do Criador e meu coração se alegra, sinto vontade de correr (agora contra o tempo), então relembro que nada esta sob o comando dos homens, até mesmo nos assuntos mais simples é preciso ter esperança e fé que tudo se resolverá conforme a vontade do Criador (Bendito Seja) que designará uma solução e esta não necessariamente seja definitiva assim entendo.

“Sinat Yisrael,’é pela razão de que D’us abraça Yisrael com afeição e a traz para perto dEle mesmo, que todas as nações idolatras odeiam Yisrael’”

O mestre explica em vários graus conceituais o que realmente causou a quebra dos recipientes dando origem a divisão, ordem oposta a completude do Criador que é o (mundo da União), em meu pequeno entendimento busco relacionar que a individualidade, egoismo e arrogância entre outro sentimentos rebaixados são as causas eminentes da divisão entre as nações causando o ódio gratuito (que D-us não permita) ao Bnei Israel que busca o oposto, união entres os seus de maneira elevada Verdadeira, com intenção de oferecimento harmônico que aliciam os mundos superiores “que são os Mochin (cérebro) dEle”. Sabemos que fé no UM (Bendito Seja) faz com que este povo seja respeitado e honrado esta é a vontade do S-nhor do mundo, pois foi o único que respondeu prontamente “faremos e ouviremos” quando a Torá foi oferecida a todos os povos da terra, portanto para que atinjamos um estagio mínimo de entendimento real e Verdadeiro precisamos reestabelecer em nossos recipientes (nós mesmos) os atributos de completude possível para um andar discreto e puro no caminho de Hashem.

Obrigado Rabino Avraham por nos mostrar que sempre “há oportunidades de reparar enquanto Luz”, entendo que este é um momento possível, “a transformação e possível”.

Obrigado Amigos por permanecerem firmes sempre.
Edson

MUITO BOM. PODE PUBLICAR NO BEIT ARIZAL. RAB. AVRAHAM

Nenhum comentário será respondido

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s