PARASHÁ YITRÔ (LIVRO “A BONDADE PARA AVRAHAM”)

Boa tarde mestre e amigos, peço licença para escrever algumas linha sobre o texto da Obra Bondade para Avraham, Parashá Yitrô, paginas 207 à 215.

“E irão muitos povos, e dirão: Vinde, deixe-nos subir ao monte do S-nhor, à casa do D-us de Ya’acov’. ‘um tempo chegará, quando as outras nações gastaram seus pés para ir e serem trazidas sob as assas da Shechinah’ deixe nos subir eles dirão’”. Em seguida o mestre nos explica que ‘todo o paganismo é uma decida’, ‘mas a aderência ao Sagrado (abençoado Seja Ele) é uma acensão – ao monte do S-nhor’. Em continuação somos ensinados que o “monte do S-nhor”, é considerado para o Bnei Israel como sendo a casa do S-nhor.

Com os ensinamentos do mestre desperta o entendimento que no começo de tudo ainda antes de nossa alma descer para este mundo físico e ser investida em um corpo, somos somente alma (fagulha Divina),e ao ser designada para uma nova missão neste plano somos inseridos no mundo inferior, onde precisaremos passar por todas as etapas arquitetadas pelo Criador, então quando descobrimos que temos uma oportunidade de preparação para a escalada que pode durar uma vida inteira somos muitas vezes interferidos pelas forças (sitra achara) que dominam este plano e tentam impedir que isso seja possível, ao avistar a montanha e as dificuldades eminentes mais uma vez somos questionados se realmente é isso que queremos e novamente muitas dificuldades são expostas,não somente as dificuldade mas pior são as ‘facilidades’ como vaidades, luxurias gratuitas, dinheiro, modismo e distração que o outro lado oferece e impõe para que permaneça sendo alimento até o final de seus dias, (Que o Criador tenha misericórdia)

Quando Graças a D-us decidimos preparar nossos ‘cantis com Água da Vida’ e enfrentar os desafios de uma escalada a montanha em direção a casa do S-nhor. Neste ponto relembro as palavras do mestre no dia do 1º encontro da comunidade em Brasília, onde o mestre nos coloca como um grupo de peregrinos em acensão na montanha, e que neste momento atingiu um platô, onde muitos que começaram o percurso não estão presente e a busca por estes que não acompanharam é necessária pois (a aderência ao Sagrado é uma acensão) então o zelo e amor ao próximo revigoram as forças ao sermos auxiliados Graças a D-us, e entendo que este resgate vem através dos sábios de Israel que atuam junto as nações tendo que voltar aos níveis menos elevados para resgatar vidas que aderiram o S-nhor como o (Um e Criador de tudo)

Em sequencia o mestre nos explica o significado de “as asas da Shechinah” onde para as nações do mundo é um monte, mas é uma casa para Israel, onde reside a presença do S-nhor através do estudos das Leis contidas na Torá, respeito, amor e temor, que é ordenado pelas alegrias circumvolventes provindas das uniões santas entre o marido e a esposa rodeados por filhos, que representam Lei e benção do Criador para o homem neste plano, onde serve de preparação (platô) na montanha que se D-us quiser acenderá para o cume (asas da Shechinah = Gran Eden) assim entendo (A IMAGEM AQUI É BONITA, MAS ISSO NÃO A FAZ CORRETA. E CUIDADO COM A GRAFIA: É GAN E NÃO GRAN. RAB. AVRAHAM). E ao perceber todos os milagres proporcionados por Hashem ao povo Escolhido, (êxodo, travessia e manach NÃO É MANACH, MAS MAN OU MANÁ EM PORTUGUÊS. RAB. AVRAHAM), Yitro que havia abandonado a idolatria foi permitido de aproximar-se com seus filhos aos acampamento no deserto.

Hoje vemos que o Bnei Israel promove revolução nas nações do mundo, não teria espaço neste texto para citar tantos bons feitos em prol da humanidade e com este pensamento entendo que nós somos estes que buscamos (assim como Yitro) através das Sete Leis e suas ramificações um lugar próximo do Bnei Israel enquanto é tempo, pois nos é ensinado que chegará o dia em que muitos buscarão sem exito esta aproximação, pois ao perceberem as atribulações que antecederão os dias do Único e Verdadeiro Mashiach todos tremerão e buscaram refúgios nas montanhas e lugares desertos, q(ue D-us tenha misericórdia de todos nós).

“E Assim Diz o S-nhor ‘Ouvi, vós os que estais longe, o que tenho feito!”.

Aprendemos através da história que a palavra ‘Guer’ significa convertido, alguém especial que recebe um chamado, normalmente após um grande período de preparação com acompanhamento de um Sábio do Bnei Israel, à aceitar a Torá de Hashem e suas leis, estas pessoas explica o mestre tem importância fundamental na retificação do mundo, devido possuírem atributos que revelam sentimentos opostos mas que o lado do bem prevalece Graças a D-us.

Dou graças ao Eterno por tamanha bondade e misericórdia, por nos proporcionar maravilhas e permitir que sejamos preparados por um mestre, para trilhar o caminho do Sr, pois entendo que o Bnei Israel é tão zeloso com o Criador, que prepara limpa e melhora as pessoas para estarem em algum grau próximos da Luz que Ilumina o Mundo. Graças a D-us.

Obrigado Mestre e amigos, Shalom e tudo de bom.
Edson.

PENSEI QUE O TEXTO SERIA MAIS DESENVOLVIDO…. OK, BOM MESMO ASSIM. RAB. AVRAHAM

Uma opinião sobre “PARASHÁ YITRÔ (LIVRO “A BONDADE PARA AVRAHAM”)

Nenhum comentário será respondido

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s